domingo, fevereiro 01, 2009

Adeus / Farwell

Minha alma é um mar de recordações
E as ondas que quebram  no cais são sempre memórias suas
Que me trazem seu sorriso, você dançando naquela festa,
Seus olhos brilhando e o seu desejo.

Eu quis me afogar neste mar e dele beber eternamente.
Quis respirar, sorver, fruí-lo todo, estar inundando de você:
Eu quis tanto tudo de você!
Agora estou sentado no cais onde as ondas continuam quebrando,
molhando meus pés, mexendo comigo - mas eu quero viver!

Vejo além do cais, um barco à vela
Ao qual, o vento passando, sopra devagarinho pro horizonte
Levando suas velas para longe de mim.
Eu vou vendo o mar, o vai e vem das ondas e o barco partindo
Enquanto eu, com olhos serenos, lhe sussurro adeus.

VISITE: www.marciowaltermachado.com.br

My soul is a sea of memories
And the waves breaking at the pier are always thoughts of you,
Which bring me your smile, you dancing at that party,
Your eyes shining and your desire.

I wanted to drown in this sea and drink from it eternally.
I longed to breathe, to absorb it, to swallow it all, to be flooded of you:
I wanted so much to have all of you!
Now I'm sat at the pier where the waves continue to break,
wetting my feet, touching me deeply - but I want to live!

Beyond the pier I see a sail boat
That the passing wind gently blows towards the horizon
Taking its sails way far from me.
I stare at the sea, the waves that come and go and the departing boat
While me, with tender eyes, whisper a goodbye.

Nenhum comentário:

Tervetuloa Turkuun! Turku, a cidade da margarida gigante.

“Perplexidade” – essa é a palavra que toma conta de nós quando ouvimos falar de ataques terroristas. Pois, é difícil entender, por exem...