sábado, janeiro 19, 2008

Partida


Ontem você partiu
e nem olhou para trás.
Está certo! eu até entendo os olhos pequenos,
o choro, a raiva, a dor - são emoções!
mas a partida, quem pode entender?

Ontem você partiu
mas nem sorriu de lado.
Muito bem! deixemos passar.
O que não entendo é a partida,
o abandono, o deixar para trás.

Ontem você partiu
e nem sequer disse adeus.
Vá lá! dessa vez tudo bem.
O que eu não entendo
é o silêncio, a palidez, os sonhos perdidos.

Ontem você partiu
e eu nem pude dar um último beijo.
Não tem problema.
O que não entendo é a pele fria,
os lábios arroxeados e o peito silente.

Ontem você partiu
E o que não entendo é ter ficado para trás....

Um comentário:

Cryslley disse...

Muito bonito o poema, mas tão triste.A dor de algupém que se foi eh algo indescritivel, mas, vc conseguiu sair da limitação da descrição pois, "descrever eh limitar", e conseguiu descrever cada detalhe dessa mistura de dor, raiva,amor...enfim, como sempre perfeito!

Bjokassssssss!!!
Aguardo novos poemas viu???